Mestrado

Fluxo curricular/Quadro de Disciplinas

  

1. Disciplinas obrigatórias

 Atelier de Pesquisa I: o projeto de pesquisa (2 créditos, 30 horas)

Ementa: O projeto de pesquisa e seus componentes constitutivos. (Re)elaboração do projeto de pesquisa em enfoque do/da: tema, objeto de investigação, justificativa, problematização, objetos de metodologia. Socialização e análise dos projetos (re)elaborados.  

 

Atelier de Pesquisa II:  metodologia (2 créditos, 30 horas)

Ementa: Articulação entre o referencial teórico e os procedimentos metodológicos. Elaboração dos instrumentos e coleta de dados. Produção/coleta de dados. Sistematização inicial dos dados. Revisão bibliográfica. Produção do texto referente ao movimento metodológico. Organização do texto para exame de qualificação. 

 

Atelier de Pesquisa III: tratamento e análise dos dados (2créditos, 30 horas)

Ementa: Tratamento: Organização e categorização dos dados. Análises e interpretações parciais dos dados. Sistematização das análises em formato de texto dissertativo. Apresentação das sistematizações para apreciação.  

 

Escola Básica Brasileira (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Educação Básica: conceito, legislação e políticas. A organização da Educação Básica no Brasil. A Educação Básica como direito. Currículo da Educação Básica Brasileira. A escola como espaço de produção de identidades. Problemas e dilemas da escola básica no Brasil. As avaliações da escola básica brasileira.

 

Vivência no Grupo de Pesquisa (2créditos, 30 horas)

Ementa: Compreenderá na inserção do pós-graduando no grupo de pesquisa do qual seu orientador coordena ou faz parte, integrando as atividades de pesquisa, ensino ou extensão desenvolvidas pelo grupo.

  

2. Disciplinas obrigatórias por linha de pesquisa

Linha de Pesquisa: Currículo da Educação Básica

Escola e Currículo (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Promove a discussão sobre as determinações histórica, cultural, epistemológica, social e ideológica do currículo. Analisa as perspectivas construtivistas, pós-construtivista e sociointeracionista e suas implicações para o processo de desenvolvimento curricular. Analisa pressupostos sociofilosóficos de propostas curriculares de diferentes sistemas de educação, níveis de ensino e escolas; debate as políticas curriculares e suas implicações nos currículos escolares; problematiza o currículo no cotidiano da escola pública.

 

Linha de Pesquisa: Gestão e Organização do Trabalho na Escola

Teorias e Práticas de Gestão e de Organização do Trabalho na Escola (4 créditos, 60 horas)

Ementa: A sociologia da Educação e a organização educativa; Abordagem sociológica dos modelos organizacionais de escola pública; Perspectivas tayloristas e neo-tayloristas na administração da educação e da escola; Administração, poder e ideologia nas práticas de gestão escolar; A racionalidade burocrática na escola em análise. Descentralização, Autonomia e Democracia na Gestão Escolar; Gestão Escolar, condições de trabalho e a qualidade da educação e do ensino.

 

Linha de Pesquisa: História da Educação Básica

História da Educação Básica (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Discute as abordagens teóricas da História articuladas à produção do conhecimento sobre a escola básica. Problematiza e discute historicamente as experiências da escola básica no Brasil, em diferentes tempos, espaços, temáticas e sujeitos, resultantes das contradições sociais, políticas, econômicas e culturais.

 

3. Disciplinas eletivas

  • Métodos Qualitativos: população, amostra e generalização nas pesquisas qualitativas (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Crítica à positividade da ciência moderna. Paradigma e mudança de paradigma científico. Especificidades do delineamento da pesquisa qualitativa. População, amostra e generalização nas pesquisas qualitativas. Pesquisa qualitativa de campo: o olhar, ouvir e o escrever.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: escolarização de pessoas em situação de deficiência (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Problematiza o acesso ao conhecimento e aos ambientes sociais e escolares de alunos em situação de deficiência, síndromes e altas habilidades, diante da responsabilidade de se garantir o direito à educação, como prescrição constitucional, no ensino básico e superior. Debate a produção social da normalidade e da anormalidade. Analisa a constituição da educação inclusiva e as propostas de escolarização das pessoas em situação de deficiência, em diferentes momentos históricos.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: políticas e práticas pedagógicas no ensino médio e da educação profissional (4 créditos, 60 horas)

Ementa: A educação sob a referência da Filosofia da Práxis. A função social do ensino médio e da educação profissional. As principais ideias em disputa no ensino médio e na educação profissional. Políticas de ensino médio e de educação profissional no Brasil. O fazer pedagógico no ensino médio e na educação profissional sob a perspectiva do Ensino Integrado. A juventude: conceito, políticas e o ensino médio. Saberes sociais, saberes do trabalho e a educação.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Financiamento e Controle Social dos Gastos Públicos (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Aspectos históricos-conceituais e políticos do financiamento da educação básica no Brasil. O financiamento da educação brasileira na legislação: a vinculação Constitucional, a política de fundos. A política de descentralização financeira para a Escola. O financiamento da educação e a relação público-privado. orçamento público, processo de prestação de contas e Controle social dos gastos públicos na educação básica. A Educação básica de qualidade, padrões mínimos e o custo-aluno-qualidade inicial (CAOi).

   

  • Tópicos Específicos Da Educação Básica: História e Escola Básica (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Esta disciplina destina-se a abordagem de temas em destaque nas análises da problemática da educação básica na contemporaneidade, refletindo desde campos teóricos da política e legislação educacional, da história da educação básica, das perspectivas pedagógicas e didáticas e ainda do campo do currículo, do ensino e da avaliação. As perspectivas de análise e as principais influências na conformação da educação básica brasileira. Em cada uma das Linhas do Programa, a cada semestre, terá sua definição teórico-metodológica de trabalho.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Epistemologia da Complexidade e Educação Básica (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Estudos da epistemologia clássica em contraposição com a epistemologia da complexidade e seus desdobramentos para os campos cientifico e educacional. O pensamento complexo como assunção da incerteza e ponto de partida de qualquer análise e sua contraposição às causalidades lineares e determinações mecânicas que marcam o paradigma cartesiano, disjuntor do sujeito e do objeto, do sensível e do inteligível, do sapiens e do demens. A Epistemologia da Complexidade e seu diálogo com o campo da Educação Básica, e seu favorecimento aos docentes e educandos rumo a uma compreensão mais aprofundada ao vivenciar ações Cartesianas (disciplinar – isolada) e ações Holísticas/Complexas (interdisciplinares – conjuntas). A interdisciplinaridade e a Transdisciplinaridade como episteme/ metodologia possível para a construção de uma Educação Básica com princípios complexos.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Oficina de Coleta e Análise de Dados Qualitativos  (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Os instrumentos e as técnicas mais usadas na coleta e analise de dados em pesquisas qualitativas; Planejamento da coleta de dados; elaboração dos instrumentos de coleta de dados a partir das demandas postas pelo projetos de pesquisa; testagem dos instrumentos de coleta de dados sistematização dos dados coletados; Técnicas de analise dados qualitativos: analise de conteúdo e análise do discurso; As etapas da fase de analise dos dados qualitativos.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Corpos, gêneros e sexualidade (3 créditos, 45 horas)

Ementa:  Demarcações discursivas das diferenças de sexo. Corpo, gênero e sexualidade em perspectiva pós-identitária. Corpo, diferença e abjeção. Performatividade de gênero. Matriz heteronormativa e normalização da sexualidade. Transformações dos dispositivos da sexualidade e dos modos de subjetivação. Sexualidades minoritárias.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Infância e Educação: Perspectivas históricas e curriculares (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Infância e o direito da criança à educação: contexto histórico e político. Uma breve retrospectiva histórica da educação da primeira infância e os processos de escolarização na primeira etapa da educação básica. Concepções de infância e as perspectivas teóricas e pedagógicas. A educação e o diálogo com a sociologia da infância e a perspectiva histórico-cultural. Os pressupostos epistemológicos do currículo. Currículo e infância. Currículo, educação e diversidade.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Currículo e Linguagem: Estudo da Linguagem e Ensino Aprendizagem da Língua Materna, Ciências e Matemática (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Conhecer e discutir concepções de linguagem, sua articulação com a Educação, Currículo e o ensino de Língua Materna, da Matemática e das Ciências. A linguagem como constituinte do sujeito: conceitos-chave da teoria do currículo, concepções de linguagem e de ensino de Língua Materna, da Matemática e das Ciências.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Educação ambiental na Educação Básica  (4 créditos, 60 horas)

Ementa: Processo histórico das relações sociais na natureza. Problemas socioambientais como consequência da crise civilizatória ocidental europeia. Racionalidade instrumental e crise do paradigma dominante da ciência moderna. Modo de produção e consumo capitalista industrial e seu passivo ambiental. Amazônia no contexto dos problemas socioambientais. Aquecimento global, perda de biodiversidade e proletarização de populações amazônica. Educação Ambiental como componente do processo de construção de uma nova ética/prática socioambiental no campo e nas cidades. Os movimentos socioambientais na Amazônia. Educação Ambiental e áreas protegidas. O marco legal da Educação Ambiental no contexto da escola básica. Metodologia da pesquisa ação, Educação ambiental e escola básica.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Educação em Direitos Humanos e Escola Básica como espaço protetivo de direitos. (4 créditos, 60 horas)

Ementa: O que são os direitos Humanos. A construção do sujeito de Direitos. A trajetória histórica dos Direitos Humanos no Brasil. Estado, democracia e DH: os princípios de igualdade e justiça social. Políticas e ações educacionais afirmativas. A Cultura atual e a Cultura necessária para os Direitos Humanos. Diversidades socioculturais. Educação como direito humano fundamental. A dignidade humana como premissa pedagógica. A escola básica como espaço protetivo de diretos. Legislação Educacional pertinente à concepção da escola como espaço protetivo.

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Educação Básica e a Educação Integral (3 créditos, 45 horas)

Ementa: A relação Sociedade, Estado e Educação. Concepções, conceitos e definições: omnilateralidade, escola unitária e educação integral. O processo histórico e as propostas de educação integral no Brasil. Atualidade do debate acerca da necessidade do desenvolvimento integral do aluno integral do aluno/educando. O marco regulatório legal da educação integral no Brasil. Educação Integral no Brasil, seus limites e suas possibilidades de implementação. Educação integral no Brasil e a conjuntura atual. 

 

  • Tópicos Específicos da Educação Básica: Oficina de Coleta e Análise de Dados Qualitativos (4 créditos, 60 horas)

 Ementa: O propósito da atividades é proporcionar a possibilidade de convivência, discussão dos alunos de PPGEs brasileiras, de forma atualizar e aprofundamento dos temas de suas dissertações/teses, ampliando assim, o impacto social da formação dos alunos, contribuindo de forma criativa, com vistas á formação de uma comunidade acadêmica pautada em valores éticos, colaborativos e sem preconceito.